conecte-se conosco


LEGISLATIVO

Altair e Alexandre pedem ao Conselho de Secretários de Saúde Municipais do Estado que sigam o protocolo da Covid-19

Publicados

em


.

Na 20ª Sessão Ordinária (22.06) os vereadores Altair Albuquerque e Alexandre Tavares, apresentaram a Indicação nº 084/2020, solicitando ao Presidente do Consórcio Público de Saúde Vale Teles Pires, que intervenha junto ao Conselho de Secretários de Saúde Municipais do Estado de Mato Grosso para que sigam o protocolo para pacientes com sintomas da Covid-19.

Os parlamentares querem com isso acelerar o processo de distribuição dos medicamentos conforme recomendação do ministério da saúde. A orientação vai ampliar o acesso de pacientes com COVID-19 ao tratamento medicamentoso precoce, ou seja, nos primeiros dias de sintomas, no âmbito do Sistema Único de Saúde (SUS).

Seguindo o protocolo, a classificação dos sinais e sintomas da doença, podem variar de leve a grave; orientando a prescrição a pacientes adultos de dois medicamentos associados à azitromicina: a cloroquina e o sulfato de hidroxicloroquina.

No entendimento dos autores o Termo de Ciência e Consentimento para uso de Hidroxicloroquina/Cloroquina, deve ser levado em consideração para o tratamento da Coronavírus.

Considerando que o acesso desses medicamentos só é possível por meio de prescrição médica, o Soberano Plenário votou pela aprovação da propositura e o devido encaminhamento.

Leia Também:  André Piter pede instalação de placas sinalizando a passagem de animais nas ruas e avenidas próximas aos lagos


TEXTO: SECOM|CMNM
FOTOS: SECOM|CMNM|INTERNET

COMENTE ABAIXO:
Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

LEGISLATIVO

Isoton quer base de atendimento aos pequenos produtores junto a INPASA para destinação de DDG

Publicados

em


.

O parlamentar Osmar Isoton apresentou na 21ª Sessão Ordinária (06.07) a Indicação nº 87/2020, solicitando a Secretaria de Indústria e Comércio para intervir junto a INPASA, para que seja criado uma base de atendimento aos pequenos produtores de Nova Mutum, visando o fornecimento do derivado do milho, denominado (DDG).

Este farelo proteico é usado há muito tempo por pecuaristas em países como Estados Unidos, Argentina e Paraguai.

Isoton acredita que com isso a empresa passaria a desenvolver um trabalho social para os micros e pequenos produtores rurais, pois o subproduto e adaptável às necessidades de diferentes rebanhos.

Os argumentos do autor se firmam na alternativa de ser economicamente viável para a alimentação animal na região. A proposta foi aprovada pelo parlamento, com encaminhamento a devida secretaria.


TEXTO: SECOM|CMNM
FOTOS: SECOM|CMNM|INTERNET

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Quick solicita ambulatório específico para atendimento dos pacientes com sintomas da covid-19
Continue lendo

LEGISLATIVO

MATO GROSSO

POLICIAL

POLÍTICA MT

ENTRETENIMENTO

POLÍTICA NACIONAL

MAIS LIDAS DA SEMANA