conecte-se conosco


MATO GROSSO

MTI lança podcast para falar de cultura da informação, tecnologia e inovação

Redação

Publicados

em


A Empresa Mato-grossenses de Tecnologia da Informação (MTI) lança o podcast MTI TIC Talk para falar de cultura da informação, tecnologia e inovação, nesta terça-feira (27.10). O primeiro episódio do programa debate sobre a GPT-3, uma inteligência artificial generalista que vem causando polêmica no meio tecnológico.

“GPT-3: O Exterminador de Futuro!?” É com essa provocação que a MTI abre o primeiro episódio do programa que pretende debater o uso de novas tecnologias e seus desdobramentos éticos e filosóficos.

“A utilização da Inteligência artificial está se tornando cada vez mais comum no nosso dia a dia. A GPT3 levantou debates nos fóruns e comunidades de tecnologia nos últimos tempos, devido à extensa base de conteúdo utilizada para seu treinamento trazendo uma verossimilhança com a realidade nunca vista antes”, afirma um dos participantes do programa e analista da MTI, Guilherme Campos.

Traduzido do inglês- Generative Pre-training Transformer 3 (GPT3) é um modelo de linguagem autoregressivo que usa aprendizado profundo (deep learning) para produzir texto semelhante ao humano. Desenvolvido pela OpenAI baseado em machine learning (aprendizado de máquinas), possui a capacidade de escrever diversos tipos de gêneros textuais com grande verossimilhança a qualquer trabalho executado por um humano, inclusive, linguagem de programação.

Leia Também:  Mato Grosso mantém desmatamento sob controle

Contudo, essas possibilidades também levantaram uma série de questionamentos e preocupações. Por conta de um imenso banco de dados, com todo tipo de conteúdo, o GPT-3 também pode reproduzir conteúdos de ódio, como xenofobia, racismo e machismo. “Algumas experiências mostraram o quão problemático o GPT3 pode ser e nós enquanto programadores precisamos estar atentos a seus possíveis desdobramentos”, afirmou uma das apresentadoras do programa, a analista da MTI, Sayuri Arake Joazeiro.

MTI TIC TALK

A ideia da criação de um podcast para poder abordar novas tecnologias e os seus impactos surgiu dos próprios colaborares da empresa. O MTI TIC Talk é uma das mais de 50 ideias inovadoras analisadas pela Unidade de Gestão Estratégica de Inovação da MTI no último ano.

O nome surgiu da junção das siglas TIC (Tecnologia da Informação e Comunicação) e Talk (falar, traduzido do inglês). O programa terá periodicidade mensal. “Todo mês pretendemos convidar parceiros, colegas e colaboradores da MTI para debater sobre aquilo que a gente mais gosta, tecnologia”, afirmou Patrícia Ladislau, analista da MTI e uma das criadoras, do podcast.

Leia Também:  Terça-feira (1°): Mato Grosso registra 159.726 casos e 4.152 óbitos por Covid-19

Para ouvir o programa você pode acessar o anchor.fm/mtitictalk  ou acessar as principais plataformas de streaming de áudio.

O primeiro episódio do MTI TIC Talk contou com a participação do secretário adjunto da Seplag, Sandro Brandão, e dos analistas de TI, Guilherme Campos e Kivson Andrade. O programa contou com a mediação das analistas Sayuri Arake e Patrícia Landislau.

Fonte: GOV MT

COMENTE ABAIXO:
Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

MATO GROSSO

Delegacia Virtual apresenta novo layout e possibilita registros por smartphones

Redação

Publicados

em

Por


Para facilitar ainda mais o acesso do cidadão aos serviços ofertados pela Delegacia Virtual, a Polícia Civil desenvolveu um novo layout, que trouxe mais modernidade para a unidade online.

A partir desta terça-feira (1°.12), a Delegacia Virtual apresenta um novo layout da página e traz também a possibilidade de registrar boletins de ocorrência por meios eletrônicos móveis como smartphones e tablets, o que não era possível quando foi criada.

O site da Delegacia Virtual (www.delegaciavirtual.mt.gov.br) passou por remodelagem e foi adequado para funcionar em aparelhos celulares, facilitando o registro de boletim de ocorrência ao cidadão.

Pela página é possível registrar ocorrências de extravio ou furto, furto de celular, exercício ilegal da profissão, desaparecimento de pessoas, calúnia, injúria, difamação, constrangimento ilegal, ameaça, violação de domicílio, denúncias, além do pré-registo de qualquer tipo de crime, que posteriormente deve ser validado através dos números de telefones fornecidos no site. 

O coordenador de Tecnologia da Informação (Coti) de Polícia Civil, Fábio Arruda Ferreira, explica que o novo layout e a possibilidade de registro pelos meios móveis trarão mais facilidade ao cidadão no registro de ocorrências, uma vez que a tendência é que cada vez mais as pessoas façam os boletins na forma virtual. 

Leia Também:  Policiais penais de Mato Grosso integram força-tarefa do Depen em Roraima

“O novo layout e a mudança de algumas nomenclaturas é um preparo para futuramente trazer novas modalidades de registros de ocorrência como de crimes virtuais e pedidos de medidas protetivas”, disse.

Fonte: GOV MT

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CIDADES

MATO GROSSO

POLICIAL

POLÍTICA MT

ENTRETENIMENTO

POLÍTICA NACIONAL

MAIS LIDAS DA SEMANA