conecte-se conosco


POLICIAL

Operação integrada Arco Verde prende 3 por crime ambiental na zona rural de Feliz Natal

Publicados

em


.

 

Assessoria | Polícia Civil-MT              

A Polícia Civil de Mato Grosso, por meio da Delegacia Especializada do Meio Ambiente (Dema), realizou a operação integrada “Arco Verde” no município de Feliz Natal (536 km ao norte de Cuiabá) e região, visando o combate ao desmatamento ilegal.

A ação em conjunta com a Polícia Militar, Sema, Indea e Politec deflagrada na quinta-feira (25.06), resultou na prisão em flagrante de três pessoas, e na apreensão de uma arma de fogo, um trator, três motosserras, além de grande quantidade de madeira (tora) depositadas nas esplanadas.  

Durante diligências na zona rural de Feliz Natal, as equipes identificaram uma área situada aproximadamente 8 quilômetros da cidade, onde os suspeitos praticavam o desmatamento e extração de madeira ilegal. Dois suspeitos foram surpreendidos fazendo a corte das árvores e o terceiro fazendo  o desmatamento e o arrasto das toras.

No local foram encontradas cerca de 12 pequenas esplanadas com um grande volume de madeiras, as quais possuíam as essenciais de Itaúba, Cedrinho, Cumaru, Copiuba, Angelim e Cambará. Também foram apreendidos um trator, três motosserras e uma arma de fogo.  

Leia Também:  Polícia Civil desarticula venda de droga próxima a escola de Confresa

Ao serem questionados os suspeitos informaram que trabalhavam no desmate e no corte ilegal para uma pessoa que havia contratado o serviço. Eles informaram que tinham conhecimento que a área não possui licença ambiental mas devido as necessidades financeiras aceitaram a empreitada criminosa. 

Diante dos fatos os três homens foram detidos e levados para Delegacia de Polícia de Feliz Natal, interrogados e autuados em flagrante pelos crimes contra a flora. Os envolvidos responderão por posse irregular de arma de fogo de uso permitido, destruir ou danificar florestas nativas ou plantadas ou vegetação fixadora de dunas ou protetoras de mangues. 

No trator apreendido foi encontrado um rádio amador com uma base de transmissão instalada no seu interior para avisar e receber informações das investidas policiais. O veículo foi encaminhado pela empresa contratada e encontra-se no pátio à disposição da Justiça. Já os outros materiais apreendidos foram levados para a sede da Dema.

Participaram da operação “Arco Verde” coordenada pela Dema, policiais do Batalhão da Polícia Militar Ambiental, servidores do Indea, Politec e Sema, com apoio da Diretoria da Polícia Civil. 

Leia Também:  Polícia Civil prende mais três suspeitos com drogas e armas em continuidade de operação em Alta Floresta

Fonte: PJC MT

COMENTE ABAIXO:
Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

POLICIAL

Polícia Civil prende suspeitos de furto de caixa eletrônico de supermercado da capital

Publicados

em


.

Assessoria/Polícia Civil-MT

Dois homens identificados como autores da tentativa de furto qualificado de um caixa eletrônico em um supermercado da Capital foram presos em flagrante nesta segunda-feira (13.07), em ação realizada pela Gerência de Combate ao Crime Organizado da Polícia Civil.

O furto ocorreu na madrugada desta segunda-feira quando os criminosos utilizado artefato explosivo tentaram subtrair valores do caixa 24 horas, localizado dentro do supermercado no bairro Jardim Califórnia. Na ação, os suspeitos não conseguiram levar o dinheiro do caixa, porém subtraíram fardos de cerveja do estabelecimento.

Assim que foi acionada, a equipe da GCCO realizou atendimento no local dos fatos e com apoio do Batalhão de Operações Especiais (Bope) da Polícia Militar retirou o artefato utilizado pelos suspeitos, que ainda estava no caixa eletrônico.

Durante as diligências, os policiais da GCCO conseguiram identificar um dos envolvidos no crime, que foi localizado em sua residência no bairro Areão. Questionado, inicialmente o suspeito negou que tivesse saído de casa durante a noite, porém com ele foi encontrado um simulacro de arma de fogo e uma sacola com as roupas utilizadas na ação criminosa.

Leia Também:  Quatro pessoas são presas em fazenda na fronteira com mais de 160 quilos de drogas

Diante das evidências, o investigado confessou a autoria dos fatos e também identificou seu primo como comparsa no crime.  Diante da informação, os policiais foram até a casa do segundo suspeito, localizada no mesmo bairro.

Ao perceber a presença da equipe, ele tentou fugir pelos fundos da casa, porém foi detido por policiais que monitoravam o local. Além das duas prisões, com um dos suspeitos foram apreendidas três chaves de veículos importados, subtraídas junto a outros objetos de uma concessionária de Cuiabá no início do mês de junho.

Segundo a delegada da GCCO, Juliana Chiquito Palhares, pelas imagens é possível perceber que ao menos três suspeitos participaram da ação criminosa, sendo realização a prisão em flagrante de dois deles e identificação do terceiro.

 “Os três suspeitos ostentam passagens criminais, desta foram foi realizada a prisão em flagrante dos dois detidos pelo crime de furto qualificado pelo emprego de artefato explosivo e representado pela prisão preventiva do terceiro comparsa, ainda não localizado”, disse a delegada.

Leia Também:  Rapaz é preso após incendiar casa da própria mãe, em Jauru

 

Fonte: PJC MT

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

LEGISLATIVO

MATO GROSSO

POLICIAL

POLÍTICA MT

ENTRETENIMENTO

POLÍTICA NACIONAL

MAIS LIDAS DA SEMANA